Blog | Claudia Kanashiro


Recursos utilizados na fisioterapia: aparelhos de eletroterapia

A eletroterapia é um recurso muito utilizado nos tratamentos da fisioterapia nos mais diversos tipos de lesões. Essa técnica utiliza correntes elétricas de baixa intensidade que são aplicados diretamente na pele através de eletrodo, produzindo efeitos terapêuticos.

Principais equipamentos utilizados nas minhas sessões de fisioterapia:

  • Corrente Interferencial
  • Corrente Aussie;
  • Corrente Russa;
  • Corrente FES;
  • Corrente TENS;
  • Ultrassom.

Além desses equipamentos, existem outros recursos muito utilizados nos tratamentos fisioterapêuticos e com resultados satisfatórios para diminuição de dor e regeneração de lesões, tais como:

  • Laser;
  • Botas de compressão pneumáticas (Normatec, Game Ready e Recovery Boots);
  • Compex/Globus (eletroestimulação).

Você já utilizou algum desses equipamentos? Deixe sua resposta nos comentários.

A seguir, descreverei um pouco mais dos recursos que possuo e utilizo nos tratamentos de meus pacientes: o ultrassom e as correntes elétricas.

ULTRASSOM

É um recurso que produz efeitos térmicos e não-térmicos através de vibrações mecânicas nos tecidos. Essas vibrações são produzidas no cabeçote do aparelho, que usualmente apresenta frequência de 1MHz e/ou 3 MHz, sendo este último mais utilizado em objetivos estéticos por produzir efeitos em tecidos mais superficiais.

Efeitos térmicos

Um efeito térmico é conseguido quando a temperatura do tecido é elevada por no mínimo 5 minutos. O efeito térmico do ultrassom aumenta o fluxo sanguíneo no tecido alvo, podendo promover efeitos analgésicos, reduzindo rigidez articular, acelerando a cicatrização, reduzindo edema e promovendo relaxamento muscular.

Efeitos atérmicos

O ultrasssom promove algumas alterações fisiológicas nos tecidos que não estão relacionados ao aumento da temperatura. Dois efeitos são esperados: cavitação e correntes acústicas.

Na cavitação bolhas são criadas, crescendo cada ciclo acústico até atingir um determinado tamanho, que está relacionado a frequência sonora empregada. O resultado dessa ação são oscilações  com as quais se obtém o efeito de micro massagem.

Já as correntes acústicas estimulam a atividade celular através de movimento unidirecional de um fluido. O resultado desse movimento é o aumento da secreção e captação de substâncias celulares responsáveis pela aceleração do reparo do tecido.

CORRENTES ELÉTRICAS: INTERFERENCIAL, AUSSIE, RUSSA, FES E TENS

Existem diferentes tipos de correntes e por isso diferentes objetivos são atingidos com elas. Através dos impulsos elétricos podemos promover contrações musculares ou simplesmente ter efeitos sensitivos (a sensação de “choquinho”) que sobrepõe a sensação de dor, promovendo analgesia. Sendo assim, as correntes Interferencial, Aussie, Russa, FES e TENS são utilizadas tanto para promover o fortalecimento ou relaxamento muscular, como também para diminuir  dor e edema.

Os principais benefícios da eletroterapia:

  • Diminuição de dor;
  • Redução de edema (inchaço);
  • Diminuição de tensão/contratura muscular;
  • Aumento de força muscular;
  • Aceleração do processo de reparo de lesões;
  • Auxílio na consolidação óssea.

Indicações:

  • Dores agudas ou crônicas;
  • Entorses;
  • Luxações;
  • Traumas;
  • Fraturas;
  • Tendinites e bursites;
  • Dores gerais: lombar, cervical, ombro, cotovelo, joelho, quadril…;
  • Contraturas musculares;
  • Lesões musculares, articulares e ósseas;
  • Rigidez articular;
  • Processos inflamatórios;
  • Edemas;
  • Artrose;
  • Entre outros.

Alguns equipamentos possuem contra-indicações para utilização, tais como: uso de  marcapasso, gravidez, tumores, sensibilidade alterada e algumas regiões do corpo também possuem restrição do uso das correntes, laser e ultrassom.

Gostou desse post? Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário que responderei!

Lembrando que meus atendimentos de fisioterapia e personal training ocorrem nas cidades de Guarulhos e São Paulo.

Entre em contato pelos comentários e receba maiores informações sobre os serviços prestados.

Até o próximo post!

 

5 benefícios de se ter acompanhamento de um fisioterapeuta esportivo

Olá, seja bem-vindo ao meu blog!

Nesta seção você encontrará informações sobre treinamento, lesões e tratamento.

Para começar: você sabe quais são os benefícios de se tratar com um fisioterapeuta?

5 benefícios de ter acompanhamento de um fisioterapeuta esportivo:

1- Diminuição de dores articulares e musculares;
2- Prevenção de incidência de lesões;
3- Melhora do desempenho esportivo;
4- Melhor recuperação pós-treinos e pós-competições;
5- Reabilitação com foco específico ao esporte praticado.

Você já conhecia esses benefícios? Deixe seu comentário, dizendo qual esporte pratica e quais lesões você gostaria de saber mais à respeito para que eu possa tirar as suas dúvidas!

Acompanhe as novidades pelo Instagram e pelo Facebook

Até o próximo post e bons treinos!